Home / Novidades / H.TV / Receptor sem antenas, só com Wi-Fi OTT TV Box!

Receptor sem antenas, só com Wi-Fi OTT TV Box!

Receptor OTT Tv Box ATV, conheça tudo sobre ele!

Para você que quer ter entretenimento em casa e sem pagar nenhuma mensalidade por mês e, além do mais, pode lavar tranquilamente seu receptor para onde você quiser sem ter que levar junto vários fios para poder usa-lo, aqui esta o receptor para tudo isso, o OTT TV Box ATV. Ele tem Wi-Fi integrado e para liberar todos os canais só precisa de Internet.

 

FUNÇÕES E CARACTERÍSTICAS:

– OTT TV Box é a mais nova geração de leitor multimídia, que é a melhor maneira para que você possa aproveitar a vida da rede.

– A mais recente tecnologia com base no sistema Android na caixa permite muitas aplicações, incluindo navegador web, jogos 2D / 3D, Skype /QQ vídeo chat internet, Software aplicativos de escritório e assim por diante.

– OTT TV box suporta alta velocidade de Wi-Fi para aplicações de rede, suporta mouse sem fio de 2,4 GHz, teclado e controle remoto de ar.

– Suporte Wi-Fi decodificação de áudio, Full HD decodificação de vídeo 1080p e HD codificação de vídeo de 1080p.

– Recursos avançados de apoio, como PPPOE, DLNA e Miracast.

– Oferece suporte a dispositivos externos, incluindo unidade flash USB, disco rígido USB, cartões de memória.

 

Receptor OTT Tv Box ATV pega os canais fechados, e em sua configuração você terá acesso a vários aplicativos como Youtube,  serviços de Streaming e o canal IPTV, quando acessa-lo você poderá assistir filmes antigos, lançamentos, desenhos antigos e lançamentos, séries, shows e muito mais. Com o receptor você tem uma vasta programação e entretenimento garantido para crianças e adultos em sua casa.

 

Conheça mais!

 

O que é Canal IPTV?

Receptor OTT Tv Box ATV

A IPTV (Televisão por Protocolo de Internet, ou Internet Protocol Television, em inglês) é uma tecnologia que permite a transmissão da programação da televisão por meio de protocolos de internet. De acordo com a ATIS (Alliance for Telecommunications Industry Solutions), a tecnologia também pode ser definida como uma maneira segura de transmitir conteúdo para assinantes de serviços de exibição de televisão. A IPTV funciona de forma semelhante a serviços de streaming como Youtube e Netflix: por meio de conexões de alta velocidade(normalmente acima de 4 Mbps), o conteúdo é enviado para as residências de milhares de pessoas.

Por um único canal, é enviado o sinal de áudio, vídeo e de controle. O envio e recebimento de informações é feito por meio de redes programadas para terem alta eficiência e segurança. Dessa forma, provedores de conteúdo e publicidade podem distribuir programação televisiva de uma forma nunca antes vista.

 

Como a TV funciona?

Como a transmissão envolve imagens em alta resolução, normalmente são utilizadas redes de fibra óptica. O cabeamento apresenta maior capacidade de banda, o que permite o envio e recebimento de mais dados sem perda de desempenho. Além disso, por ser imune a interferências eletromagnéticas, a fibra permite a distribuição de IPTV para mais localidades.

A decodificação do sinal funciona de maneira semelhante às transmissões via satélite. Ao chegar na residência, o sinal de televisão digital passa pelo modem e é decodificado pelo set-top box. Apesar de o sinal ser propagado pela internet, não há a necessidade de contratar um plano de internet ou comprar um computador para ter acesso ao conteúdo. Basta ter uma set-top box e um modem compatível com a tecnologia.

Apesar de o conceito ser simples, a IPTV precisa de uma infraestrutura complexa para funcionar corretamente, pois um sistema de gerenciamento de recursos deve ser criado. Dessa forma, provedores de IPTV podem controlar a disponibilização de canais entre regiões e assinantes.

Como a plataforma é executada em um ambiente digital, uma API pode ser disponibilizada para terceiros. Assim, desenvolvedores poderão criar novas ferramentas para a sua plataforma como plugins e apps de distribuição em novos ambientes digitais como tablets e celulares.

A segurança digital também deve ser levada em consideração a todo momento. Sistemas de login, transmissão e decodificação devem utilizar métodos de encapsulamento, criptografia e certificação de dados. Como até transações financeiras podem ser realizadas pela plataforma, o administrador do serviço deve sempre buscar os métodos mais seguros para o envio e recebimento de dados.

 

O que é HDMI?

A tecnologia dos eletrônicos evolui muito rápido, mas se você forçar um pouco a memória ainda vai lembrar daquele emaranhado de fios usados para conectar aparelhos de videocassete, DVDs e outros produtos à TV de tubo.

Pois é, a tendência hoje é reduzir essa quantidade de cabos e facilitar as conexões, o que pode tornar tudo mais prático para você transferir conteúdos entre diferentes aparelhos. E isso pode ser visto inclusive nas TVs e em alguns dos seus recursos, como no caso da entrada HDMI.

E você sabe o que é HDMI (High-Definition Multimedia Interface)? Bom, se você vai comprar uma TV, é interessante que você entenda tudo sobre essa entrada, para saber como e quando usar. E aqui você pode descobrir tudinho. Olha só:

 

Afinal, o que é HDMI?

HDMI é uma porta que dá acesso a todos os recursos de áudio e imagem que você deseja transmitir à sua televisão. Assim, se lá no passado, para conectar seu DVD na TV era necessário usar de dois a três fios. Agora, com uma TV HDMI, você precisa ligar apenas um cabo que já transmite áudio e vídeo juntos, conectando a TV a um produto compatível.

Na hora de escolher a sua TV com entrada HDMI, você vai encontrar uma variedade de modelos. Só para você ter uma ideia, a entrada HDMI está presente nos mais diferentes tipos de tela, como em modelos de TV LED.

E você quer uma TV grande para sala? Então também vai encontrar modelos que vêm com entradas HDMI. Enfim, as opções são muitas, e variam desde diferentes marcas até o preço do produto.

Um dos maiores diferenciais desse sistema é que ele é totalmente digital. Desta forma, ao conectar o cabo de uma TV HDMI a um Blu-Ray Player, por exemplo, a qualidade das imagens será bem superior se comparado a um sistema analógico.

Existem televisores com uma ou duas entradas HDMI, mas o recomendável é optar por modelos que tenham pelo menos três portas. Assim você pode jogar, ouvir, ver e interagir na sua TV sem precisar desligar e trocar os cabos a todo o momento.
Mais detalhes sobre a entrada HDMI

Vale lembrar que, para que a tecnologia funcione, é necessário que todos os aparelhos conectados tenham também entrada HDMI. Mas será que HDMI é igual em qualquer equipamento?

Existem dois tipos de conexões HDMI – o tipo A e o tipo B – sendo que o primeiro é mais conhecido e também o mais utilizado.

O HDMI tipo A possui 19 pinos e é compatível com a tecnologia DVI-D, semelhante ao HDMI, mas inferior em termos de qualidade. Já o HDMI tipo B funciona com o sistema dual link e é indicado para quem procura resoluções com excelente qualidade.

 

Curiosidades sobre os canais!

 

Rede Telecine é uma rede de canais de televisão por assinatura brasileira dedicada a exibição de filmes em seus seis canais, dedicados a diferentes gêneros cinematográficos e que fazem parte da programadora Globosat, pertencente ao Grupo Globo. A rede possui contratos com as distribuidoras Metro-Goldwyn-Mayer, Paramount Pictures, DreamWorks  SKG, Walt Disney Pictures, 20th Century Fox e Universal Pictures – possuindo os direitos de exibição inédita na televisão paga brasileira dos filmes distribuídos por esses estúdios. Com o lançamento da versão HD do Telecine Cult, em 2012, a rede passou a ter todo seu catálogo de canais em alta definição.

 

Telecine Pipoca, conheça mais a história do canal!
Telecine Pipoca é um canal de televisão por assinatura brasileiro que exibe 24 horas de filmes em versão dublada os principais filmes apresentados pelo Telecine Premium, Telecine Action, Telecine Fun e Telecine Touch, com uma leve interrupção de intervalos comerciais de 2 minutos (apenas uma pausa por filme). O canal possui uma descontraída forma de se expressar, percebendo-se então, nas chamadas e na decoração do canal. Atualmente é o canal mais assistido da Rede Telecine.
Desde 1º de outubro de 2004, o canal Telecine Happy, dedicado totalmente a comédias e filmes infantis, deixou de existir para dar lugar ao Telecine Pipoca, canal exclusivo de produções dubladas em português. A mudança do nome do canal veio para atender a pedidos de assinantes e também devido ao grande sucesso das sessões dubladas que o Telecine Happy exibia, chamadas Sessão Pipoca. Porém, a decisão não foi de agrado a todos os assinantes e muitas reclamações foram encaminhadas a Rede Telecine, insatisfeitos com o cancelamento de uma das questões de posicionamento da rede, “de exibir apenas filmes legendados”.

Até o dia o canal se chamava Telecine Happy. A mudança de nome ocorreu pela a razão de o mesmo não passar a verdadeira mensagem do o que se trata o canal?, porque a palavra happy significa felicidade, não dando o verdadeiro significado do canal. Já o nome Telecine Pipoca se expressa melhor do que o anteriormente dito, pela razão de pipoca lembrar o cinema de uma forma descontraída, e também, de o canal já ser descontraído para atrair todas as faixas de idade. Em outubro de 2010, a Globosat incluiu na Rede Telecine o Telecine Fun, canal com as mesmas características do antigo Telecine Happy.

Em 15 de maio de 2016, o canal passou a se chamar Telecine Pipoca Yoki, numa ação de direitos de nome em parceria com a empresa de alimentos Yoki. A parceria durou até o dia 15 de julho.
Saiba mais sobre a HBO!

A HBO Brasil é a versão brasileira do canal de televisão por assinatura norte-americano HBO, especializado na transmissão de filmes, séries e outros conteúdos especiais desde 1994. Assim como seu predecessor, nos Estados Unidos, a HBO Brasil possui caráter premium e investe em produções próprias. Além disso, é o carro-chefe do HBO Max, pacote de canais oferecido por sua programadora, a HBO Latin America Group, juntamente com o canal irmão Max.

Os primeiros indícios de uma expansão da HBO para a América Latina apareceram em 1989, com o lançamento do Selecciones, um sinal alternativo de áudio em espanhol disponível durante parte da programação da HBO nos Estados Unidos. Até o final de 1991, a HBO já estava com um canal em operação na América Latina, mas não em português. As operações iniciais do grupo na região aconteceram através da parceria da Time Warner com a venezuelana Omnivisión Latinoamérica Entertainment (OLE), que formou a HBO Olé Partners naquele ano. Hoje, conhecida como HBO Latin America Group, ainda mantém a operação dos canais HBO e de uma série de outros licenciados de terceiros. Posteriormente, a Sony Pictures também entrou na empreitada, garantindo ao canal a exclusividade nos lançamentos da Columbia e Tristar.

Logo depois que a iniciativa latino-americana havia sido lançada, a HBO Olé estava em busca de um parceiro para sua chegada ao Brasil. Da mesma forma, os dois grandes grupos brasileiros que estavam investindo em televisão por assinatura, as Organizações Globo (Globosat e NET) e o Grupo Abril (TVA), também procuravam parcerias com grandes estúdios para a programação de seus canais de filmes. A HBO foi considerada pela Globo, mas o negócio não foi levado adiante porque a parceria garantiria, à época, apenas a Warner Bros. A escolha definitiva foi o Grupo Abril, que estava no início das operações da operadora TVA, para entrar como sócio minoritário. A HBO Brasil acabou entrando no ar no dia 1 de julho de 1994, programada pelo crítico de cinema Rubens Ewald Filho. Neste ano a HBO também instalou-se como programadora de outros canais em território brasileiro. Sua primeira investida foi a inclusão de um canal no pacote básico, o Sony Entertainment Television. Posteriormente, com a passagem dos anos, mais canais e parcerias foram feitas pela HBO Olé Partners nesse sentido. Na TVA, a HBO Brasil entrou no lugar do canal de filmes Showtime (não relacionado ao canal homônimo norte-americano). A Abril, no entanto, garantiu também que seu sinal fosse distribuído em exclusividade pela TVA. Na mesma época, seu principal concorrente, o Telecine, da Globosat, também se consolidava no país com a parceria dos estúdios 20th Century Fox, Paramount, MGM e Universal.

Continuando sua trajetória de pioneirismos tecnológicos, a HBO Brasil, ainda em dezembro do seu primeiro ano (1994), realizou transmissões experimentais em 3D, distribuindo óculos anaglíficos para os seus assinantes e oferecendo pares adicionais a um real cada. A programação em três dimensões ficou reservada a programetes entre os filmes. O canal foi também o primeiro a adotar o multiplexing no Brasil, oferecendo a HBO2, com a programação do canal original seis horas atrasada em março de 1995. Até a metade de 1996, a HBO Brasil contava com 686 486 assinantes, número que aumentou com a chegada daquele que seria um dos seus principais parceiros: a DirecTV, que, no final de 1999, entrou num contrato de exclusividade de US$ 250 milhões com a HBO no satélite, válido por 5 anos. Em 1997, através de participação societária, mais um estúdio entrou no canal: a Walt Disney Pictures e seus coligados. No mesmo ano, o Cinemax, que já existia na América Latina desde fevereiro de 1994, é lançado no país, totalizando, à época, uma oferta de 3 canais premium. Em julho de 2000, veio uma grande mudança no comando da HBO Brasil: o Grupo Abril começou a desvincular-se do papel de programador de canais, ficando apenas com a MTV Brasil e vendendo seus 25% da sociedade de volta à HBO, por cerca de US$ 43 milhões. Em outubro, agora comandado diretamente do exterior, mais um reforço: o Cinemax Prime estreou para complementar o pacote da HBO, desta vez antes que o restante da América Latina (que tinha a HBO Plus). Além dos novos canais, a saída da Abril fez com que a programação fosse dirigida à sede do HBO Latin America Group, em Coral Gables, na Flórida, restando apenas um escritório comercial e de marketing em São Paulo.

O pacote do qual a HBO Brasil fazia parte finalmente consolidou-se em 18 de dezembro de 2003, quando ficaram disponíveis no Brasil a HBO Plus e a HBO Family, inicialmente apenas através da DirecTV. Com isso, somavam-se cinco canais na sua grade: HBO, HBO Family, HBO Plus, Cinemax e Cinemax Prime, cada um acompanhado de sua versão com diferença de horário (a HBO2 era um desses), fechando a conta em dez canais. Em 16 de março de 2005, a HBO Brasil, junto do pacote HBO Max, finalmente chegou às demais operadoras de cabo, com a inclusão dos seus canais na NET, a maior operadora do país na TV por assinatura. No satélite, a Sky Brasil, que foi adquirida pela DirecTV, acabou ganhando os canais com a fusão das duas operadoras, em 2006. Assim, seus dois contratos de exclusividade estavam rompidos e a HBO Brasil estava livre para negociação com outras operadoras. Porém, tanto na NET quanto na Sky, sua disponibilidade estava condicionada à assinatura obrigatória dos canais Telecine, e a situação permaneceu assim até dezembro de 2009. Sua versão simulcast em HD estreou no Brasil em 1 de outubro de 2008 pela TVA. Março de 2010 também foi a saída da Sony Pictures da sociedade com a HBO Latin America Group, acompanhada pela Disney. Com isso, o grupo fica apenas com a Time Warner e a OLE.

O receptor OTT Tv Box ATV Em Agosto de 2011 veio com uma perda para a HBO, que deixou de contar o Walt Disney Studios no Brasil. As demais operações na América Latina permanecem com a parceria. A transição ocorrerá por mais dois anos, enquanto conteúdos da Disney permanecerão com a HBO, mas a janela premium de estreias passa a ser da Rede Telecine, que em outubro de 2011 já começou a exibir os filmes da nova parceria. O anúncio veio em meio a polêmicas: o Telecine alegou possuir cerca de 70% das estreias (contando a Disney), o que foi rebatido pela HBO, que diz ter mais de 50% das grandes bilheterias na sua programação. A principal questão foi, no entanto, que a HBO disse ter rompido o acordo com a Disney espontaneamente, para “abrir espaço às novas produções brasileiras”, contradizendo também o depoimento de Fernando Barbosa, vice-presidente da Disney para a América Latina, que disse ter sido uma questão financeira, pelo fato de o Telecine possuir mais audiência e pagar mais por assinante. Para completar, Alberto Pecegueiro, diretor-geral da Globosat, declarou que mantém boas relações com todos programadores, exceto a HBO, que considera “bandidos”. O canal não quis responder.

Gostou? clique aqui para comprar!

 

Check Also

Os 3 Melhores Receptores em Ultra HD, HD, 4k – 2019

Os 3 Melhores Receptores em Ultra HD, HD, 4k – 2019 Os 3 Melhores Receptores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *